quarta-feira, fevereiro 16, 2005

Melhores Discos 2004

Apesar de já ser um bocado tarde para fazer listas dos melhores de 2004, mais vale tarde que nunca. Aqui ficam os 6 melhores álbuns de 2004 (opinião pessoal claro):

1º- Talkie Walkie- Air: Depois de um álbum obscuro como o antecessor “10.000Hz Legend”, o duo francês compôs um álbum límpido, claro e cristalino. As suas belíssimas canções embalam o ouvinte por lugares mágicos e encantadores. “Talkie Walkie” foi uma mudança de direcção para os Air, um reencontro com as sonoridades deixadas já no longínquo “Moon Safari” de 1998.
Uma obra-prima de escuta incansável e bem ao género da sonoridade suave e misteriosa que paira por todas as obras dos Air.
Destaques: Venus; Cherry Blossom Girl; Another Day; Alone in Kyoto.



2º-Franz Ferdinand- Franz Ferdinand – Este álbum de estreia da banda escocesa foi considerado por várias revistas de música como o grande álbum de 2004. E com razão. São 11 músicas de puro delírio pop/rock, com guitarradas ao estilo de White Stripes e vozes à Beatles. Um primeiro disco que mais parece um best-of de uma banda já com uma vasta carreira uma vez que todas as 11 canções poderiam muito bem ser singles.
Destaques: Take me out; Jacqueline; The dark of the Matinee; Darts of Pleasure; 40´.



3º- Once more with Felling- Placebo:Apesar de ser um greatest-hits, não é por isso que deixa de ser um excelente álbum. Em 19 músicas se faz uma revisão dos 10 anos desta original banda que concilia a voz estridente do vocalista Brian Molko com uma potente guitarra e bateria. “Once more with feeling” é um poderoso álbum onde desfilam os grandes sucessos dos Plabebo, passando por uma versão francesa da música “Protect me” até à nova música “Twenty years”. Esta compilação trás ainda um álbum de remisturas feitas por nomes como U.N.K.L.E, Junior Sanchez, Les Rythmes Digitales, entre outros.
Destaques: Pure Morning, Every you Every me; Taste in men; Special K; Special needs.



4º - Am/Fm- The Gift: Ao terceiro álbum, a banda portuguesa está mais madura e com uma sonoridade mais consistente e definida. Este último álbum é composto por dois discos: “Am”, o lado mais doce e intimista, e “Fm”, o lado mais poderoso e agressivo. Estes dois lados são como um só uma vez que se completam um ao outro.
O melhor disco nacional do ano 2004, repleto de muito boas músicas com excelentes melodias e letras.
Destaques: Are you near; Fácil de Entender; Wallpaper; Driving you slow; Music;



5ª- Hopes and Fears- Keane: À semelhança do que aconteceu com os Franz Ferdinand, o álbum de estreia desta banda britânica causou muito furor por toda a Europa. Há quem lhes chame "os novos Coldplay" mas, na verdade, os Keane têm uma sonoridade muito própria, um pop/rock tipicamente britânico, mas mais doce. Essa doçura provém da voz magnificamente límpida e transparente do vocalista Tom Chaplin.
Destaques: Somewhere Only We Know; We Might as Well Be Strangers; Can't Stop Now; Bedshaped.



6º - When it Falls- Zero 7: O último álbum dos Zero 7 é aquilo a que se pode chamar um álbum caloroso e envolvente. À medida que vamos descortinando as músicas, somos transportados para um universo puramente melódico. As vozes quentes e aveludadas de Sia Furler, Tina Dico e Sophie Barker são simplesmente irresistíveis.
Destaques: Home; Somesault; Passing by; When it falls; The space between.