domingo, abril 24, 2005

“The Interpreter” (2005), Sidney Pollack



The truth needs no translation.

Silvia Broome (Nicole Kidman) é uma intérprete das Nações Unidas que certo dia se vê envolvida numa conspiração por ter ouvido aquilo que não devia. Natural de África, Sílvia ouve sem querer alguém combinar o assassinato do presidente Zuwanie (Earl Cameron), quando este chegar daí a dias à Sede das Nações Unidas. Ao aperceber-se que também ela se vai tornar um alvo a abater, procura a ajuda dos serviços secretos. Tobin Keller (Sean Penn) assume a segurança de Sílvia mas até ele tem dúvidas da veracidade dos factos que a intérprete relata.

Esperava mais deste filme. É um thriller político com algumas ideias interessantes e, acima de tudo, dois protagonista de alto “calibre”.
Contudo, o argumento não é totalmente cativante e a mensagem que o filme pretende passar já está um pouco esgotada: a diplomacia tudo alcança ao invés da guerra e terrorismo.

“The Interpreter” tem alguns momentos bastante interessantes (como a cena do autocarro que é das que tem mais acção) mas perde-se em outras cenas que nada vêm acrescentar ao teor do filme.

* * *

1 Comments:

Blogger gonn1000 said...

Não é genial, mas é suficientemente bom para se tornar num thriller acima da média e com conteúdo. Também recomendo.

12:10 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home