quinta-feira, maio 05, 2005

“Crimson Gold/ Sangue e Ouro” (2003), Jafar Panahi



Um tiro no escuro

A minha primeira incursão pelo cinema iraniano foi uma tremenda desilusão. Alguma coisa se espera de um filme que os “entendidos” tanto elogiaram e que fez boa vista em importantes festivais de cinema. No entanto, “Crimson Gold” é um auntêntico “barrete” (para não dizer pior).

Hussein é um entregador de pizzas que vive no constante sentimento da humilhação e da discriminação social. Um dia o seu amigo Ali mostra-lhe um talão de um colar encontrado numa mala roubada, talão esse que apresenta uma grande soma de dinheiro. Hussein fica admirado e espantado por ver tão grandiosa quantia e decide ir com Ali à ourivesaria a que diz respeito o tal talão. Por causa das suas aparências, Hussein e Ali são escorraçados da loja.
Através do seu trabalho, Hussein tem a oportunidade de ver os contrastes da sua cidade, as diferenças entre os ricos e os pobres.
É o seu desespero perante as injustiças sociais que o levam a cometer o suicídio.

Envolto de cenas longuíssimas em que não acontece nada, “Crimson Gold” é um completo erro cinematográfico.
Kiarostami (o argumentista) conseguiu a fantástica proeza de escrever um argumento vazio e uma cena de 30 minutos em que não acontece absolutamente nada.
O interessante tema das discrepâncias sociais é tão mal trabalhado que não tem qualquer poder virtuosista para o filme.

0

6 Comments:

Blogger Charlotte said...

Eh pah! Até me deu vontade de ir ver o filme. Acho que vou levar a Ana Dulce comigo.
Já a seguir.
É que é já a seguir!!!

**** keep on the good workin'

10:19 da tarde  
Blogger Eur3ka said...

a Ana Dulce era capaz de gostar do filme, lol. mas só ela mesmo!

obrigada ;)

11:04 da tarde  
Anonymous Júlio said...

eu cá, voltava a vê-lo! :P
mas desta vez com olhos de ver lolo
foi dos filmes mais aborrecidos que alguma vez vi :/ mas pronto, também é preciso! lol este filme sim, comprova exactamente como o Irão não é só Kiarostami, olha então se n fosse! ah e a capital é Teerão, acho :P
*

8:38 da manhã  
Blogger gonn1000 said...

Não gostei nada, é um dos piores do ano...

12:02 da tarde  
Blogger Eur3ka said...

eu continuo sem perceber como é que os críticos de cinema idolatram este filme...

6:34 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Enjoyed a lot! »

10:07 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home